FICA A DICA – A QUINTA DISCIPLINA – ARTE E PRÁTICA DA ORGANIZAÇÃO QUE APRENDE – PETER SENGE

Há muito vem se falando sobre a importância do processo de multiplicação e desenvolvimento dentro das empresas.

Nesse novo cenário político econômico estamos vivendo transformações e o papel do multiplicador interno é cada vez mais essencial.

Quando analisamos o mercado e o mundo percebemos que as relações mudaram, o mundo mudou e consequentemente a maneira de aprender também.

Segundo Peter Senge, “As organizações que aprendem são aquelas nas quais as pessoas aprimoram continuamente suas capacidades para criar o futuro que realmente gostariam de ver surgir”, para ele o aprendizado é o principal diferencial competitivo no mercado.

O grande desafio é fazer com que as pessoas tenham interesse legítimo em buscar e aplicar os conhecimentos apresentados, nessa hora o grande fator crítico de sucesso tem sido além do conteúdo a forma no processo de aprendizado, sendo assim, o multiplicador precisa auxiliar e facilitar esse processo de aprendizado e para isso deve considerar as seguintes questões:

• Ninguém é conscientemente incompetente, sendo assim somos todos aprendizes potenciais;

• Adultos são “crianças em corpos grandes” e seu aprendizado depende da experimentação de cada conceito e instrumento apresentado;

• Para definir a metodologia a ser utilizada na solução educacional precisamos identificar alguns elementos:

1 – Qual é o objetivo da solução a ser desenhada e multiplicada;

2 – Quais comportamentos deverão ser modificados ou adquiridos para que esse objetivo seja alcançado;

3 – O que os participantes precisam aprender para adquirir ou modificar esses comportamentos;

4 – Qual a metodologia que melhor atingirá esses objetivos;

A efetividade da multiplicação depende da conexão entre a solução, o público e a condução.

A leitura do livro de Peter Senge, A quinta disciplina – Arte e Prática da Organização que Aprende, nos traz disciplinas como: domínio pessoal, modelos mentais, visão compartilhada, aprendizado em equipe e pensamento sistêmico.

Relacionando os elementos descritos acima, eles devem ser considerados para o sucesso do processo de formação e desenvolvimento, aproveite o final de semana e aprofunde seu conhecimento sobre esse tema com o livro de Peter Senge: A Quinta Disciplina – Arte e Prática da Organização que Aprende.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail