Importância da liderança e T&D caminharem juntos

Equipes preparadas são capazes de conquistar altos índices de desempenho, alterando significativamente a produtividade e a qualidade das operações. Na verdade, o treinamento tem poder transformador, levando equipes e gestores a um outro patamar de atuação através do conhecimento, do know-how e da experiência. Profissionais capacitados são responsáveis pelo progresso de indicadores importantes, como qualidade das entregas, obediência aos cronogramas, incidência de falhas, satisfação dos clientes, volume de vendas e faturamento. Neste caso, é preciso lembrar que um ambiente de trabalho sadio, onde exista incentivo à participação e à colaboração, também é determinante para o aumento da produtividade individual e coletiva.

 

Neste sentido, uma das estratégias mais eficazes é o investimento no treinamento da equipe. Porém, para que seja realmente efetivo, é fundamental elaborar um planejamento completo, baseado nas reais necessidades da empresa e na análise de perfil de cada profissional. E para isso, a gestão e a liderança deve caminhar junto com o T&D e vice-versa.

 

Uma grande dificuldade do universo do T&D é quando um treinamento acontece sem a presença da gestão e da liderança. A tendência é de que no dia a dia os assuntos abordados no curso não consigam ser sustentados, pois as figuras responsáveis por “cobrar” não as absorveram.

 

O mesmo acontece com o T&D, que necessita ter proatividade de estar junto com esses gestores e líderes para encontrar soluções para problemas atuais, como gargalos, atrasos e atividades que não agregam valor para uma determinada empresa. O primeiro passo é realizar o levantamento das necessidades, separadas por departamento e categoria – técnico, operacional e comportamental. Questões que envolvam novos projetos e tecnologias ou alterações em legislações não podem ser negligenciadas, sob risco de causar atrasos e prejuízos ao negócio. Com todas essas informações, é possível então decidir metas para o programa de treinamento, mas é muito importante que isso seja feito em conjunto.

 

Como gestor, comunicar aos liderados “o que fazer” e “como fazer” é um dos princípios básicos a serem trabalhados. É importante também deixar claro o “por que fazer”, ou seja, o propósito das coisas. Isso vai gerar atitude, motivação e engajamento, além de trazer resultados transformadores e vantagens competitivas.

 

Já com o envolvimento da liderança no processo de criação de um treinamento, é possível alinhar as expectativas da liderança, com as da organização e as do indivíduo, já que a arte do líder é a de comandar pessoas, atraindo seguidores e influenciando de forma positiva mentalidades e comportamentos, com competências como domínio técnico, agilidade e produtividade, disciplina, pensamento estratégico, visão de negócio, foco em resultados e saber lidar com o lado comportamental das pessoas. Faz-se necessário estar presente integralmente, saber ouvir e conciliar situações.

 

Outro ponto fundamental é que a liderança atue no suporte à performance para os seus colaboradores, através de feedbacks e sessões de mentoria, por exemplo. Todos os talentos têm “pontos cegos”, isto é, falhas que eles mesmos não enxergam e que são evidentes para outras pessoas. Indicar falhas e acertos a partir de um feedback bem estruturado é processo fundamental para acertar aspectos que impedem o desenvolvimento de projetos e equipes.

 

O conhecimento amplia os horizontes e cria novas possibilidades para otimização, redução de custos e desperdícios, por meio de processos mais eficientes. Nós, da Posiciona Educação e Desenvolvimento, acreditamos que um programa de treinamento eficiente é capaz de promover diversas mudanças estruturais e comportamentais na empresa. Para tanto, é importante investir também na comunicação direta com os profissionais, para manter as equipes sempre atualizadas, e para isso o “casamento” entre gestão e liderança com o T&D é o melhor caminho.

 

Quer saber mais? Entre em contato com a gente e vamos conversar!

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail