#ParceirosdePropósito: Como a atividade física pode ajudar nossa força mental?

Hoje na nossa série de Lives “Parceiros de Propósito” recebemos o Marcelo Avelar, Profissional de Educação Física, empresário e corredor amador.

O Avelar tem uma história de vida inspiradora. De origem humilde, do interior da Bahia, chegou a ser jogador de futebol profissional, no Brasil e no exterior, mas não conseguiu se firmar como sonhava. Em dado momento foi dispensado e chegou a dormir na rua. Começou a correr para manter a forma, na esperança de um dia voltar a ser jogador de futebol. Acabou se apaixonando pela corrida de rua e conheceu uma pessoa que o contratou para correr junto e depois acabou ajudando-o a fazer sua formação em Educação Física. Foi trabalhar em uma academia e começou a dar aulas de corrida em esteiras, mas o volume de alunos cresceu tanto que ele precisou ir fazer isso nas ruas. Avelar seguiu esse caminho e hoje possui sua própria assessoria de corridas, a “Corredores da Zona Norte”, em São Paulo, com mais de 400 alunos atendidos remotamente, fora os presenciais.

Perguntamos a ele “e nessa fase de quarentena, como estão as coisas?” Ele disse que mantém a sua equipe em casa, sendo remunerados, fazendo ações online com seus alunos. Dessa forma, ele consegue garantir sua equipe atuando e preparada para a volta ao “normal.” Ele continua dando suas aulas online e fazendo lives, e se surpreendeu com o número de pessoas assistindo. É preciso ressignificar que um personal trainer pode fazer home office, pois os recursos digitais têm ajudando muito as pessoas a se conectar, e o Avelar já fazia isso, mesmo antes da crise.

O que ele sempre conversa com sua equipe é que, “não é porque e online que é igual para todos,” a planilha de treinos segue de acordo com as capacidades e necessidades de cada aluno. Temos apenas a distância física, porém, pela câmera, consigo ter o mesmo olhar que tenho na academia, consigo orientar como se estivesse frente a frente. Um ponto bem interessante dessa quarentena é que assim que o aluno começa a fazer a sua aula online e ao vivo, em casa, ele começa trazer a família para participar, começa a virar exemplo, o que na academia isso provavelmente não aconteceria.

Sua presença digital na casa dos alunos tem sido eficiente, tanto física como cognitivamente, pois isso aproxima a todos em casa. O atendimento acontece com hora marcada, segue a rotina normal, o aluno se troca para aula e dessa forma traz uma motivação mental bem grande, como se o aluno fosse realmente sair para treinar na academia, e acaba sendo um momento de diversão e descontração.

Avelar é um dos melhores atletas amadores de corrida do Brasil, ele vive da corrida mas não vive de correr, pois desenvolve outras atividades. Sua maior conquista foi ter sido tricampeão do desafio do Dunga, na Disney, correndo 78km em quatro dias. Mas ele disse que mesmo conquistando outras provas menores, “a chegada de cada prova tem um valor único, tenho uma grande história de conquistas, mas todas tem o mesmo valor.”

Ele diz que exercício físico é para todo mundo, o que muda é o que você deseja com isso, quais os seus objetivos. Atividade física tem impacto tanto mental quanto no físico. Em corridas, por exemplo, muitas vezes alguns alunos definem um objetivo, começam e depois param. Isso acontece porque não fomos feitos para correr, não é a nossa natureza. O natural da corrida é para caçar ou para fugir, como nos animais, mas o ser humano tem dificuldade de aceitar que se exercitar vale mais do que o conforto do sofá. Para mudar essa forma de pensar é preciso, definir seu objetivo, o o que você quer com o exercício, escolher qual esporte vai fazer e planejar.

É preciso entender que o esporte traz benefícios mas que existem dificuldades no meio do caminho, que nem sempre é fácil ou prazeroso. Nos dias difíceis, sem pique, a pessoa tem que treinar, lembrado que isso faz parte de um objetivo maior. Isso é parecido com o ambiente empresarial, no qual definimos um objetivo, traçamos um plano, e cumprimos as etapas para chegar lá. Mas nem todo dia estamos bem para executar, nem todo dia é bom. O que fazer no dia ruim? É preciso pensar no bem-estar e na sensação de dever cumprido.

É preciso manter uma rotina saudável, mas o que é uma rotina saudável? Antes da quarentena a parte física tinha uma proporção de 70% para 30% do mental, mas hoje 70% é cabeça e 30% é físico, pois preciso lidar com o que está ao redor, filtrar informações, entender meu espaço e como conseguirei realizar.

Um artigo da Forbes dizia que hoje ser um maratonista conta como um MBA, pois esse cara tem que se preparar muito, ser disciplinado e abrir mão de muitos compromissos. No trabalho isso também faz a diferença, o cara que treina pela manhã chega animado, endorfinado e tem outra energia para começar o dia.

Comentei com o Avelar que algumas atividades, como a corrida, não se trata apenas de correr, é preciso fazer os treinos adicionais como treinos de força, de mobilidade, alongamento etc, e muitos reclamam disso. Nas empresas isso ocorre também, precisamos fazer algumas coisas chatas para fazer aquilo que fazemos bem.
Como manter a disciplina para fazer a parte “chata” e depois fazer o que se faz melhor?

Como treinador, ele disse que os alunos são resistentes das atividades suporte, mas que é preciso trazer a consciência aos alunos, mostrando exemplos positivos e negativos. Conforme o objetivo, é preciso que o planejamento inclua todas as atividades, incluindo as de suporte e os descansos! Ao montar a planilha de treino dos alunos monto a minha também, assim eu não corro o risco de sabotar o plano e passo a ter melhor rendimento. É preciso ter consistência.

Ele disse ser preciso que você entenda o que vai te fazer feliz e não aquilo que para o outro foi prazeroso. O ciclo para chegar lá não será fácil, mas te fará chegar onde deseja. Hoje no isolamento é importante não parar. Não pare o corpo, pois a cabeça padece. Movimente-se, crie e trabalhe a mente.

Siga acompanhando nossas lives “Parceiros de Propósito”, e os resumos que publicamos aqui depois. Curta, comente e compartilhe com pessoas que você acredita que podem se beneficiar com esses conteúdos! Até a próxima!

Facebooktwitterredditpinterestlinkedinmail